Familia Staszewski

Familia Staszewski
Boyd, Conceicao e Zachary

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Sobre decepcoes!


Hoje acordei pensando sobre as decepçôes da vida, e comum dizermos que nos decepcionamos com alguem, as vezes por uma simples ação ja nos damos o direito de nos decepcionarmos.
Uma vez li num livro que nossa capacidade de nos fazer amar deve ser maior que nossa capacidade de amar, todos querem ser amados, porem as vezes não fazemos nada para que isso aconteça, esperamos que o outro nos ame, sem nada dar em troca, nosso proprio amor, e ainda, sempre estamos nos dando o direito de ficar triste com o ser humano, por que não aceitamos as limitaçoes do outro, estamos sempre esperando que o outro faça para nos tudo do jeito que queremos, que ele seja um perfeito ser Humano, e não damos a ele o direito de errar, pois nosso pensamento de ser humano ideal e nunca cometer erros, e esqueçemos que nós mesmo somos imperfeitos e cometemos erros e as vezes graves, somos muitas vezes indulgentes conosco, e não sabemos perdoar as falhas humanas.
Sempre estamos buscando perfeição e nessa busca, limitamos nosso olhar, olhamos somente para frente, esquecemos de virar nossa cabeça para os lados e segui o caminho do meio.
Andei pensando tambem, será que quando nos decepcionamos com alguém o problema não está em Nós? Será que nós percebemos que nossos pensamentos é que são demasiado criticos? Será que não estamos sempre esperando demais dos outros? Essas e outras questões são necessárias ser pensadas e repensadas. Não nos deveríamos nos dar o direito de colcocar nas costas dos outros uma carga que nem mesmo nós podemos carregar, a carga da perfeição, de sempre estar disposto a perdoar nossas falhas, sempre estar ali para nós quando precisarmos e nunca reclamar de nossas falhas, sempre nos dizer palavras bonitas e doces, sempre procurar levantar nossa auto estima, enquando eu mesmo posso ter o direito de deixa-lo triste com minhas palavras mal pronunciadas e nada gentis.

Nâo nao devemos fazer isso, o coração humano e frágil as palavras mal ditas, as palavras ferem mais que um tapa, nos deixa realmente triste e pode dissipar os melores sentimentos do coração, lugr onde Deus escolheu para habitar, sujas a habitaçao de Nosso Pai Celestial e como matar o que o homem tem de mais bonito e nobre, pode mudar a vida de uma pessoa e pode matar o maior elo de ligação entre pessoas a Verdadeira Amizade.

3 comentários:

Lucia disse...

Sobre decepções venho aprendendo: que ninguém pode modificar as outras pessoas sem que essas pessoas realmente queiram mudar... mudar seu modo de viver, de pensar, de agir com relação a tudo e a todos. Somos impotentes perante o outro ser humano, não podemos entrar em seus cérebros e revirá-los para que façam e pensem em coisas que EU quero que faça e pense. Afinal, somos impotentes perante tantas coisas na vida, e por não admitirmos nossa impotência perante tanta coisa, acabamos nos decepcionando com tudo e com todos. Te digo, que é perda de tempo... o que foi feito, o que foi dito, já foi e está no passado, e o passado não volta, o que temos é o hoje, é o aqui e o agora, vivamos o presente, livremo-nos das cargas do passado e relaxemos com o que pode vir amanhã, pois o amanhã está muito longe e é melhor deixar pra amanhã,não é?! Então, é melhor não ficar depositando esperanças em algo que você quer que mude nos outros e se concentrar mais em você mesma, creio que essa é a única maneira de se decepcionar menos tanto com os outros quanto consigo mesma.

bjss

gu@l disse...

Devemos aumentar nosso amor e nossa fé, no Divino,para que esta possa ser transformada em mais amor e recebida por todos nós.Modificar de cada vez pelo menos um ponto em nosso coração e mente, criando compaixão por todas as criaturas, tendo ética suficiente para não ferir outras... Entender que temos responsabilidades uns com outros, pois todos estamos ligados através de elos espirituais, como aqui nesta rede.E te a sensibilidade para se saber só humano, acreditando que a grande benção de Deus é nos fazer evoluir a cada reencarnação.

Jasson disse...

Concordo em tudo, as vezes as pessoas põe toda a sua felicidade sobre a responsabilidade da outra, isso é muito errado, temos que ser amáveis para sermos amados.